Série Mulheres Árabes | # 19 Speed Sisters

* Este artigo é uma tradução livre de uma parte da publicação feita pelo site Palestine Square. Para acessar a publicação original, em inglês, clique aqui.

“O cheiro de gás lacrimogêneo me faz lembrar a minha infância”, diz Maysoon Jayyusi, treinadora da equipe de automobilismo palestino totalmente feminina, no documentário epônimo, Speed Sisters. É com estas palavras que a diretora Amber Fares prepara o palco para o passeio emocionante das quatro companheiras de equipe pela Cisjordânia, cruzando os estereótipos de um esporte dominado pelos homens e de uma sociedade sob ocupação estrangeira.

As Speed Sisters, Marah, Noor, Mona e Betty são a primeira equipe feminina de automobilismo no Oriente Médio e [são] as estrelas do filme. Embora compartilhem de uma paixão comum por corrida de carros, o esporte significa algo diferente a cada uma delas.

“Meus pais me dão tudo o que têm. Sinto uma responsabilidade”, diz Marah, cujo compromisso de princípios com o esporte não vem sem desafio Como em qualquer sociedade onde as mulheres enfrentam papéis normativos de gênero, o avô de Marah considera sua carreira no automobilismo insignificante, em comparação com fazer algo “mais valioso”.

Não obstante, Marah aprecia o apoio de seu pai, que sente que as dificuldades enfrentadas pelos palestinos sob a ocupação os compele a inovar, mesmo que isso signifique desafiar visões profundamente mantidas.

A equipe também luta com o espaço limitado de corridas e treinamento: com os postos de controle israelenses atravessando a Cisjordânia, encontrar estradas adequadas para praticar e competir não é uma tarefa fácil. Sair por aí pode ser um pesadelo logístico como Maysoon explica, especialmente quando “as crianças estão jogando pedras, e os soldados [israelenses] estão jogando balas”.

Há um episódio irônico e revelador, que resume adequadamente toda a dinâmica da ocupação israelense e da determinação palestina de perseguir uma vida normal: as Speed Sisters costumam correr em um lote adjacente à infame prisão de Ofer, em Israel, onde cerca de 1.250 palestinos, incluindo crianças, são encarcerados, muitas vezes sem acusação ou julgamento. Uma vez, durante sua prática perto de Ofer, Betty foi atingida e levemente ferida por uma lata de gás disparada a curta distância por um soldado israelense patrulhando a área.

speed-sisters-space-limits-and-wall

A treinadora Maysoon está particularmente consciente do fato de que sua equipe “pode ser vista como uma ameaça”, à medida que navega nas oportunidades e patrocínios para as Speed Sisters. Ela muitas vezes tem de “comprometer” para fazer com que os homens “sintam como se eles estivessem no comando”.

Em um ponto durante o filme, a carreira esportiva de Marah pára por causa da desconsideração da Federação por suas próprias regras e regulamentos. “Os juízes são apenas para mostrar”, lamenta depois que as regras são inclinadas para favorecer outro competidor. Apesar do revés, ela retorna às pistas para recuperar seu título como campeã da categoria feminina.

Embora as reações à equipe sejam em grande parte positivas fora de suas famílias e círculos profissionais, as Speed Sisters ainda enfrentam detratores. Em uma cena Noor lê em voz alta do Facebook. “Você é um sinal do fim dos tempos”, diz um comentário. Outro aconselha que as Speed “resistam à [ocupação] com pedras, não com esportes e moda”. Apesar destas observações, elas continuam confiantes em seguir seu próprio caminho.

speed-sisters-race-goers


Este artigo faz parte da Série Mulheres Árabes, publicações diárias durante o mês de março, com o intuito de contribuir com a visibilidade das diferentes narrativas protagonizadas por mulheres árabes. O projeto é de autoria de Camila Ayouch, colunista do Regra dos Terços e estudante de Letras Português-Árabe na Universidade de São Paulo (USP).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s